Portuguese Jewellery shaped with Love -

Portuguese Jewellery curated by AORP

  • shapers 4.0

Actualidades

Shapers 4.0: Joalharia em exposição e debate no Ministério da Economia

Sendo um dos setores da economia com mais rápido crescimento internacional, a joalharia portuguesa está a afirmar-se no mundo pela forma como conjuga a tradição da arte e as técnicas artesanais com uma nova visão criativa e inovadora.

A convite do Ministério da Economia, a AORP – Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal irá promover uma exposição e um ciclo de conferências para debater o futuro de uma indústria moldada pela arte e talento de gerações.

A exposição “Shapers 4.0”, patente no espaço 560 do Ministério da Economia de 21 de setembro a 19 de outubro, conta a história de doze artesãos, rostos de um setor em renovação que, preservando a tradição e a arte, projetam a joalharia portuguesa para o futuro. Uma experiência sensorial que transporta o visitante para o ambiente das oficinas tradicionais, através de sensações, sons e interações.

Para Fátima Santos, Secretária-Geral da AORP, “Num mundo modelado pela tecnologia e globalização, a joalharia impõe-se pela autenticidade e singularidade do trabalho artesanal e dos métodos tradicionais. Neste cruzamento, conseguimos responder tanto ao mercado do luxo que busca exclusividade e costumização, como oferecer marcas para diferentes segmentos, dos mais massivos aos nichos de mercado, que ganham na economia digital a escala necessária”.

A mostra é acompanhada por um ciclo de debates. A primeira conferência arranca com a inauguração da exposição a 21 de setembro, tendo o mesmo tema, “Shapers 4.0”. Presidida pela Secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, dará a conhecer o caso de três das mais antigas oficinas de joalharia portuguesa, que se souberam reinventar e projetar nos mercados internacionais: Leitão & Irmão, outrora joalheiros da Coroa Portuguesa, J. Monteiro de Sousa, especialista em filigrana e Topázio, marca centenária dedicada à arte da prata.

O segundo debate tem lugar a 1 de outubro, com o tema “Craftsmanship na Economia Global”, e partilha o exemplo duas designers de joalharia reconhecidas internacionalmente: Liliana Guerreiro, que venceu o prémio de “Melhor Peça de Joalharia” na maior feira do setor na Alemanha, a Inhorgenta Munique e Alexandre Bastos Gomes, CEO Portugal Jewels. A gestora e investidora Luísa Delgado junta-se ao painel, moderado pela Secretária de Estado, Ana Teresa Lehmann.

Share / Partilhar: